Ainda falta saber muita coisa sobre o sono infantil. O sono é um processo fisiológico dinâmico e que muda ao longo da vida, particularmente nos primeiros 6 anos de vida, mantendo-se mais ou menos estável durante a idade adulta, e voltando a sofrer grandes alterações a partir dos 60/65 anos. Deixar o bebê chorando para ensiná-lo a dormir terá um impacto considerável em sua vida adulta.

O tema sono Infantil é um assunto muito polêmico, hoje existem muitas orientações extremamente opostas sobre sono. Se você for procurar na internet, encontrará todo tipo de opinião, ou seja, você vai acabar enlouquecendo. Vai se deparar com a antiga e ainda muito usada técnica, a Ferberização (método criado pelo pediatra americano chamado Richard Ferber, no qual é normal deixar o bebê chorando por um período). Esse método é sim eficiente, mas a curto prazo, e é uma técnica que vai contra o desenvolvimento natural do bebê. Utilizar métodos que transformem a natureza do desenvolvimento de uma criança é perder tempo e deixar as coisas mais difíceis e traumáticas, principalmente para o bebê. Ainda que seu filho tenha passado pela crueldade de um treinamento do sono, onde ele precisa ficar chorando até pegar no sono até que ele se conforme que não há ninguém ali para lhe acolher, logo ele voltará a chorar, em uma outra noite, e a informação que estará passando é de abandono, esse tipo de método vai te deixar mais cansada e estressada.

pode deixar o bebe chorando laço materno campo grande ms

Uma criança que acorda muito a noite nos obriga a nos interrogarmos sobre nós mesmos, pois a ansiedade dos pais é transmitida para a criança. É necessário os pais estarem seguros de como vão poder ajudar os filhos a ter uma boa noite de sono. A questão da qualidade do sono é muito delicada justamente porque revela situações de que não suspeitávamos. Os pais costumam ficar desesperados, pois acham que o bebê deveria dormir. Não criem expectativas, a criança pode começar a dormir a noite toda a partir de dois anos. E não compare seu filho com o da vizinha, cada criança é única, por isso não existe um método para ensinar seu filho a dormir, métodos têm grande chance de falhar, o que deu certo em uma família pode ser que não dê certo na sua.

Existem pesquisas comprovando que deixar o bebê chorando sozinho causa danos irreversíveis. Um bebê pequeno precisa que suas necessidades sejam atendidas imediatamente, precisa de contato físico, aconchego, carinho, afeto, amor, presença e não deve ser abandonado no berço porque ele precisa aprender a dormir. O sono é um processo fisiológico dinâmico que não deve ser treinado nem ensinado. Não existem fórmulas milagrosas, que vão fazer o bebê dormir a noite toda, o que existe é a higiene do sono que pode facilitar e melhorar a qualidade de sono, mas não são receitas instantâneas; essas, por norma, sempre trazem prejuízo para as nossas crianças.

A partir de uma certa idade, o bebê pode começar a esperar um pouco, ele pode ser exposto a possíveis frustrações, criança de um ano não precisa estar em livre demanda, ela pode esperar, pode deixar de mamar porque tem que esperar o almoço. Livre demanda se aplica aos primeiros meses de vida.

Sobre o sono, temos que olhar para o nosso bebê, olhar para nossa família e escolher a maneira que se adapta melhor à família, sem querer encaixar o nosso filho em um método, isso não vai dar certo. Tentar encaixar o filho em um estilo diferente dos pais, também não vai dar certo. O ideal é se informar, conversar com o pediatra ou uma pessoa especializada em sono.

Lembre-se: o tempo passa rápido, logo essa fase termina e tudo ficará bem.

pollyana-rocha-psicologa-laco-materno-campo-grande-ms-logo1

Pollyana Rocha
Psicóloga Clínica, perinatal e orientadora do Sono Infantil.